PUB
mascote
Banner Favoritos
PUB


aprender a se masturbar

Não é porque você está solteira ou está passando um tempo longe do namorado/ crush/ marido que tem que ficar sem sentir prazer. Ou até mesmo que veja o seu parceiro com uma certa frequência, isso não quer dizer que você não pode buscar meios de ter prazer por conta própria. É por isso que fizemos esse texto, se você ainda não sabe, é hoje que vai aprender a se masturbar!

Afinal, a masturbação é uma prática saudável que deveria fazer parte da vida de todas as mulheres. Nós somos criaturas abençoadas que temos no corpo uma parte dedicada especial e unicamente ao nosso prazer: o clitóris. Por que não tirar proveito disso?

Além disso, ainda podemos ter dois tipos de orgasmo: o clitoriano e o vaginal. Bem como orgasmos múltiplos e o squirting (ou ejaculação feminina). São muitas vantagens para podermos aproveitar muito! Então por que não aprender a se masturbar?

Pode ser que, ao longo de uma relação sexual acompanhada, seja mais difícil conseguir aproveitar de todas essas modalidades do prazer. Sozinhas, é bem mais possível que consigamos alcançar o ápice das mais diversas maneiras.

E cabe destacar que, ao aprender a se masturbar, você pode ensinar o seu parceiro (ou parceira) o jeito certo de se tocar para que você consiga gozar acompanhada. Mais que isso, você terá a liberdade para se tocar da maneira certa e conseguir chegar lá durante a relação sexual.

Se você deseja obter todas essas vantagens que aprender a se masturbar traz, continue na leitura desse texto! Tenho certeza de que você será uma mulher muito mais realizada quando começar a colocar as nossas dicas em prática.

Quer aprender a se masturbar? Siga as nossas dicas!

1 – Nada de pensar muito

Muitas mulheres têm até a vontade de aprender a se masturbar, mas, ao pensar sobre o assunto, terminam pensando demais e se sentindo culpadas. Infelizmente, ainda existe uma crença muito forte de que “mulher não pode gostar de sexo” ou que “mulher que gosta de se masturbar e de transar é safada”.

Essas crenças falsas minam a vontade das mulheres de ter prazer sozinhas (e até acompanhadas) e as intimidam de descobrir o próprio prazer e o próprio corpo. Por isso, a dica de número 1 para aprender a se masturbar é não pensar muito nesse tipo de coisa.

2 – Foco nas coisas boas

Direcione o seu pensamento para outras coisas: descobrir as vantagens de se masturbar, pesquisar sobre sexo, se inspirar e criar fantasias a partir de contos eróticos e filmes pornográficos, começar uma listinha dos sex toys que você gostaria de usar e aprender como utiliza-los (e compra-los). Use os seus pensamentos e a sua criatividade para coisas boas!

3 – Nada de pressa

Isso vale para o sexo e para a masturbação. Ainda mais se você nunca se tocou ou se tocou e teve experiências malsucedidas. Para começar a aprender a se masturbar, é essencial ter paciência consigo mesma e conectar a sua mente com o seu corpo.

Assim, você consegue sintonizar as suas fantasias com o seu toque. Explore as áreas com calma, foque no que te dá mais prazer, use a imaginação... Em sintonia e sem pressa você conseguirá atingir o ápice do prazer, quando menos esperar!

4 – “O que faço com as minhas mãos?”

Uma dúvida muito comum de quem começa a aprender a se masturbar é o que fazer com as mãos. Afinal, por onde começar a tocar? Como fazer? Vou direto na vagina? Dou uma enrolada antes?

Bem, o ideal é que você não comece se tocando logo na vagina. Pense bem: começar uma relação sexual sem preliminares é ruim. A masturbação também. Ambas as situações pedem um “aquecimento” antes de começar com os toques na região íntima propriamente dita.

Por isso, comece acariciando-se bem devagarzinho. Explore o seu corpo, até as partes que você julga não serem zonas erógenas (pescoço, barriga, pernas...). Depois passe para a estimulação dos seios e vá descendo até chegar na região genital.

E, chegando na região genital, nada de ir logo no clitóris. Comece devagar explorando toda a região em volta e garantindo que está tudo bem molhadinho (se ainda não estiver lubrificada naturalmente, um lubrificante ou até a saliva ajudam). Toque nos grandes e pequenos lábios, na entrada da vagina, se penetre com os dedos se sentir vontade e, então passe para o clitóris.

Chegando lá, você pode começar a fazer movimentos circulares em volta dele, até sentir que ele está mais firme e “gordinho”. Isso é sinal de excitação. A partir daí, explore a região da maneira que achar mais prazeroso e aproveite!

5 – Faça uso de acessórios e sex toys

Existem milhares de produtos no mercado voltados exclusivamente para o prazer feminino. Pesquise bem e encontre um que se enquadra melhor nas suas fantasias e vontades. Toda mulher merece ter um sex toy (principalmente, se for um vibrador) pra chamar de seu!