PUB
mascote
Banner Favoritos
PUB


Como puxar assunto com o crush?

Essa é uma das coisas mais complicadas no início, especialmente para quem não tem tanta facilidade em iniciar uma conversa, isso porque as pessoas têm medo de falar algo que não deveriam e isso quer dizer que não têm segurança o suficiente para iniciar um diálogo.

Mas uma coisa é fato: o medo é o que lhe impede de começar bons relacionamentos, seja na conquista, na amizade e nos namoros. É necessário que você tente enxergar as coisas de um ponto de vista diferente para que não caia no erro da maioria das pessoas.

O medo de arriscar é um dos motivos pelo qual há certo impedimento de iniciar novos diálogos e troca de experiências. As experiências contam muito nesse sentido, mas, pode ficar tranquilo(a), nós vamos te ajudar a sair dessa fria para que parta em conquista da(o) crush!

Os sentimentos rotineiros de quem tem medo de puxar assunto

É muito comum as pessoas se queixarem de sentir pontadas na barriga, suor nas mãos, tremores e esquecimento quando se deparam com a pessoa desejada, mas isso é muito comum, certo? O que você precisa saber para se livrar disso está neste artigo.

O foco aqui é fazer com que você jamais perca o assunto quando for falar com a(o) gata(o), ou seja, você terá as palavras na ponta da língua para que tudo seja o mais natural possível e, assim, a pessoa se interesse por você tanto quanto você por ela.

As conversas são comuns e o lado bom disso é que um diálogo pode ser aprofundado apenas com o interesse mútuo de ambos, ou seja, quanto mais vocês conversarem, mais assunto terão, isso se a vontade de conversar foi algo recíproco.

Como quebrar o silêncio e dar início à conversa?

Bom, a primeira coisa que você precisa fazer quando for falar com o crush ou com a crush é dizer “oi”, claro, ou então, diga “bom dia” e assim por diante, depende de qual é o momento do dia.

Comece perguntando como foi o dia dessa pessoa, o que ela tem feito ou o que ela gosta de fazer, mostre interesse nela, isso vai fazer com que ela sinta interesse por você também! As perguntas mais simples são essas, para você ver como não é um bicho de sete cabeças.

É interessante abrir conversas com perguntas que permitam a reflexão, sem essa de fazer perguntas que só terão como resposta um “sim” ou um “não, isso vai atrapalhar completamente o avanço da conversa e não é isso que você quer.

Outra coisa importante é não deixar a conversa só ficar nessas perguntas iniciais, ou seja, puxe um assunto diferente ou então, se ver que a pessoa vai fazer algo assim, espere ela fazer e comece a dialogar com ela.

Se você não estiver com tanta vontade de conversar ou então perceber que a pessoa em questão não quer papo com você, deixe para lá e tente em um outro dia, pode ser que o momento não esteja propício para um bom diálogo.

Mas não deixe isso ser a gota d’água, se você puxar assuntos interessantes, certamente a pessoa irá corresponder. Utilize o ambiente ao seu redor para construir um bom diálogo e se possível interativo, algo que fará a pessoa a sua frente se interessar.

Os diálogos em Redes Sociais

Para você que não é tão chegado em redes sociais, elas servem nada mais nada menos para fazer com que as pessoas se conectem e se conheçam, claro, é completamente diferente de uma conversa pessoalmente, mas pode ajudar!

O lado bom das redes sociais é que você tem artifícios melhores para chegar na conversa com a pessoa do seu interesse, existem postagens, gostos que a pessoa deixa claro em seu perfil, etc., diversas coisas que você pode curtir e/ou comentar para chamar sua atenção.

Geralmente, você pode iniciar um assunto pautado em hobbies, claro, todo mundo gosta de contar das coisas que faz como lazer, como música, arte, exploração da natureza... são tantas possibilidades para você aproveitar, só não deixe de observar esses pontos.

Confie no seu potencial

Se você for uma daquelas pessoas que mal conversa e já desanima por achar que a conversa não está rendendo, certamente a conversa não fluirá. O correto é que você seja confiante, vá com garra e não desista facilmente.

É necessário que você confie no seu potencial, isso porque a pessoa notará que você sabe o que está dizendo, é uma pessoa decidida do que quer, tem carisma. No entanto, tome cuidado com os excessos, pois, isso pode prejudicar seu bate-papo.

Opte por deixar o medo de lado, aproveite que está do outro lado da tela e seja mais ousado(a) na hora de dizer as coisas. As pessoas gostam de ser surpreendidas. Mais atitudes, menos conversa! Mostre no próprio diálogo que é alguém de atitude e aproveite as oportunidades.

Cuide para que a conversa não acabe

Todos nós sabemos o quão ruim é quando a conversa começa a morrer e o assunto parece não mais existir, mas isso não pode te desesperar, simplesmente comece a observar o que você pode perguntar para que a conversa flua melhor!

Se você for uma mulher, observe as coisas que um homem gosta, se for um homem, observe o que uma mulher gosta. Comece a construir um diálogo baseado nas perguntas, levando em conta o que já conhece da pessoa que está interessado(a).

Toda conversa precisa ser estimulada para que não acabe, se ambos se silenciarem, a conversa certamente acabará. O seu objetivo é fazer com que as coisas sejam vistas como uma surpresa, isso fará com que a pessoa goste mais ainda de conversar com você.

Na falta da criatividade, opte por perguntas interessantes, existem diversas perguntas que você pode fazer, baseadas no dia a dia da pessoa, o que ela gosta de fazer, fazer perguntas sobre ela, mostrar o seu interesse por ela, lugares que você gosta, etc.

Veja o lado positivo da coisa: se você conseguir fazer com que a conversa flua, ao tocar no assunto de lugares que gosta ou hobbies que tem interesse, é possível até mesmo que vocês marquem um encontro posteriormente para se conhecer melhor! Só não deixe a peteca cair.