mascote
PUB


Ecossexuais: Uma identidade sexual ou sexo com a natureza?

Os ecossexuais passaram despercebidos até o fim da década de 90, mas ganharam destaque em 2008 com duas ativistas. Você sabe o que são? Venha entender como é sua vida sexual e amorosa...

Se fazer reciclagem, utilizar produtos orgânicos e material biodegradável não são maneiras suficientes de você ser ecologicamente responsável e bom, saiba que há uma forma mais sexy de demostrar amor pela Terra. Você pode ser ecossexual!

Os ecossexuais passaram despercebidos até o fim da década de 90, mas ganharam destaque em 2008 graças a duas ativistas que passaram a promover uma identidade sexual na qual as pessoas veem a Terra não como uma mãe e provedora, mas como sua amante.

O que são os ecossexuais?

A palavra foi usada por muitos anos para se referir apenas a indivíduos que prezavam pelo ambientalismo ou veganismo. Porém, a partir dos anos 2000, mais algumas características que fogem da proposta inicial de preocupação com o meio ambiente, foram adicionadas ao termo até ele se tornar um movimento.

Apesar das variações, o conceito principal aqui é desconstruir a ideia de que a natureza é a nossa mãe para tomá-la como nossa amante. Os ecossexuais pregam que, através do sexo com a Terra e seus elementos, além de adotar hábitos mais conscientes, é a forma mais efetiva e afetiva de salvar o planeta da sua ruína.

Manifesto da ecossexualidade

Elizabeth Stephens e Annie Sprinkle, artistas e ativistas, produziram um manifesto no qual expuseram os itens que abordam os principais pontos seguidos pela comunidade ecosex ou ecossexual, grupo esse que já conta com mais de 100 mil pessoas.

Esse manifesto ecossexual diz o seguinte:

  • Os ecossexuais tratam a Terra com gentileza, respeito e afeição. Seus membros estão fortemente apaixonados por ela, portanto, a Terra é sua amante e eles são gratos pela relação que eles possuem com a mesma.
  • Eles admitem, sem vergonha, que são carinhosos e íntimos com a Terra. Isto é, fazem massagem no solo com os pés, abraçam árvores, acariciam rochas e pedras e têm conversas eróticas com plantas.
  • Os ecossexuais são uma comunidade global em crescimento composta por advogados, sexólogos, acadêmicos, cientistas e outros. Todos defendem um estilo de vida menos consumista, só adquirindo produtos locais e orgânicos, quando necessário.
  • Eles acreditam que salvarão os céus, as águas e montanhas através do amor, utilizando os meios que forem necessários. Condenam a violência e abuso contra a Terra, e abraçam as táticas revolucionárias do sexo, da música, poesia e arte.
  • Para alguns deles, ser ecossexual é a identidade sexual principal. Eles podem ser heterossexuais, homossexuais, bissexuais, assexuais ou ter qualquer outra orientação sexual, mas se denominam como pólen-amorosos e polimórficos.
  • Os ecossexuais se veem como parte da natureza e estão dispostos a ensinar aos interessados toda sua cultura, comunidade e práticas.
  • Eles prometem amar, honrar e estimar a Terra até o dia em que a morte os una ainda mais pela eternidade.

Leia ainda: "Identidade Intersexual: O que é?"

A vida sexual e amorosa de um ecossexual

Preciso fazer sexo com a Terra? Não há uma regra sobre isso. A maneira como você escolhe se expressar depende do seu nível de conforto.

Claro, existem muitos ecossexuais que gostam de intimidade física com elementos terrenos - eles podem ficar excitados ao sentir a brisa da manhã na pele ou sentir prazer ao sentir o perfume das flores em volta.

Alguns dos adeptos tendem a ter preferência por realizar atividades na natureza praticando o nudismo. Com o intuito de obter o orgasmo conectado ao meio ambiente, é natural que se masturbem em rios, usem pedras para fricção, se esfreguem em árvores e até acariciem plantas sexualmente.

Apesar disso tudo, as relações entre seres humanos são valorizadas e incentivadas. Apenas acontece de elas – as relações sexuais – serem ao ar livre e em meio a terra ou areia.

Se nada dessa parte física te atrai, você irá encontrar consolo em descobrir que é possível fazer parte apenas mostrando prazer em estar na natureza, em ter preocupação com o meio ambiente, e mudando hábitos sexuais para outros ecologicamente corretos. Isto é, usar produtos sexuais sustentáveis.

Segundo os ecossexuais, há muita coisa errada em como praticamos sexo.

Uma parte dos lubrificantes usa petróleo como base, os sex toys contêm plástico tóxico e as pilhas dos vibradores sempre terminam em aterros sanitários. Assim, eles incentivam a compra de brinquedos vegan, de métodos anticoncepcionais ecológicos e até o uso lençóis e toalhas em algodão orgânico para que a prática sexual não tenha um impacto nocivo no mundo.

Descubra "5 Opções de lubrificantes naturais"

Casamentos na comunidade ecossexual

Alguns casais optam por realizar diversas cerimónias, além da oficial, para que possam se comprometer com os elementos da natureza. As criadoras do manifesto ecossexual são um exemplo disso. Os votos são mais referentes à adoração da Terra do que a uma sobre a outra. E elas não são as únicas...

Ecossexuais se casam com astros e elementos

Para mostrar o tamanho do seu compromisso, alguns ecossexuais decidem se casar com o sol, o solo, a água, a lua e qualquer outro elemento natural em uma cerimônia simbólica, na qual juram dedicar suas vidas para amar o planeta, sem desculpas ou exceções. É um “amor” quase radical. Um que não conhece limites.

É o amor de um povo que acredita que devemos sempre manifestar respeito pelo lar terreno que nos deu comida, água, abrigo e a própria vida.

Todos sabemos que o planeta exige medidas drásticas para a diminuir os efeitos do aquecimento global, desmatamento e poluição. Alguns ecossexuais acreditam que a Terra é um grande organismo vivo, com sentimentos, que pode usufruir das mesmas sensações que nós. Você concorda que casar com ela e ter orgasmos em cachoeiras é o meio para esse fim? O amor genuíno é a resposta para tudo? Os ecossexuais acreditam nisso - e você?

Espreite também: "Fatos importantes sobre a pansexualidade"