PUB
mascote
PUB


Guia de principiante para praticar BDSM

Para quem já assistiu 50 Tons de Cinza, o BDSM é mais comum do que se imagina e, inclusive, desperta curiosidade em diversas pessoas. Para você que tem curiosidade, leia abaixo o passo a passo do nosso guia de principiante para praticar BDSM.

O significado dessa sigla é bastante simples: Bondage, Dominação, Disciplina, Submissão, Sadismo e Masoquismo. Ou seja, é um termo que se refere a várias questões sexuais, mas principalmente em relações sexuais que podem ser dolorosas.

Muitas pessoas sentem tesão em coisas dolorosas na hora do sexo, no entanto, muitas delas escondem esse desejo sexual por medo, por isso ainda ser um tabu. Esse artigo foi feito especialmente para você que tem curiosidade de conhecer esse mundo do sexo.

Atente no Guia de principiante para praticar BDSM

O significado de cada sigla

Cada letra da sigla BDSM tem um significado diferente, explicaremos para você o que cada uma dessas letras quer dizer. Continue lendo abaixo para entender como funciona!
A letra B significa bondage, em português, se refere à amarração, prisão ou elo. A prática de amarrar ou impedir que o parceiro se mova. Diversos jogos eróticos tem esse tipo de prática entre os parceiros.

A letra D pode ter mais significados, representando o controle e as regras que um parceiro impõe ao outro, tendo bastante ligação com os comportamentos em si. Portanto, o parceiro que está sendo submisso deve obedecer ao outro. A letra D também pode ter uma ligação com a letra S, formando os atos de dominação e submissão. Existe o parceiro que domina e o parceiro que se submete, e o significado é basicamente esse.

A letra M significa Masoquismo, a sigla SM significa Sadomasoquismo. Esses termos têm ligação com o ato de causar ou sentir a dor, seja essa dor emocional, física ou mental. Essa é a forma que os masoquistas encontram para causar ou sentir prazer.

Utilize a palavra de segurança, ou safeword

O que é palavra de segurança? Iremos lhe explicar. No momento do ato, muitas pessoas utilizam as safewords para que o parceiro que está no ato de dominação entenda que é o momento de parar, ou seja, quando você falar a palavra. A palavra de segurança é utilizada por quem está na submissão, sendo essa a palavra que deve ser respeitada acima de qualquer coisa no ato. É importante que você e seu parceiro escolham uma palavra de fácil entendimento, de preferência que não se encaixam em outros contextos. É possível que algumas palavras aticem ainda mais a vontade de quem está sendo dominante, portanto, não utilize palavras como “chega!”, ao invés disso, você pode utilizar palavras aleatórias, como “mar”, “árvores”, etc., escolha a palavra que melhor encaixar.

Os acessórios podem mudar o rumo das coisas

O guia de principiante para praticar BDSM não seria o mesmo sem os acessórios, pois são eles que tornam o ato mais otimizado e intenso. Muitos acessórios podem ser utilizados pelos parceiros, as opções são diversas, um exemplo disso são os kits bondage, os chicotes, as algemas, etc., use sua criatividade.

É importante que na hora do ato ambos sintam segurança e, claro, conforto no ato. Portanto, sempre que for comprar algum novo brinquedo sexual, procure apenas em lojas confiáveis, para obter produtos de boa qualidade. Geralmente, as algemas têm uma trava de segurança que impedem o parceiro de ficar preso, por isso, esteja atento a isso. Algo fundamental que deve ser levado em consideração é o fato de ambos conhecerem os limites um do outro, para que vocês saibam qual o equipamento correto para o uso, se são mais leves ou um pouco mais intensos.

É importante que confie no seu parceiro

Para saber como prosseguir nesse guia de principiante para praticar BDSM, é importante que além de acessórios os parceiros tenham confiança um no outro. Para que o ato realmente seja agradável para ambos, é fundamental a confiança. Portanto, caso decida praticar BDSM, procure uma pessoa confiável e de cause conforto.

Procure se conhecer e conhecer a prática

Uma das coisas mais importantes do guia de principiante para praticar BDSM é justamente a prática da maneira correta. Para isso, você precisará se aprofundar no assunto, conhecendo a prática e principalmente o seu corpo, descobrindo quais são os seus limites, o ambiente e como é a pessoa que você deseja praticar.

É preciso ter bastante atenção em alguns momentos

A pessoa que está sendo dominante deve ficar atenta às reações de quem está sendo dominado, portanto, é preciso que você saiba quais as sensações que a pessoa dominada está te passando, ou seja, ficará evidente se o que ela está sentindo é dor, prazer ou cansaço.

Na hora do ápice sexual, esteja atento ao momento em que a pessoa chegará a um orgasmo, é preciso que esteja atento para conseguir controlar esse instante, pois o controle pode fazer com que a vontade de gozar se torne ainda mais intensa, e na hora que realmente ocorrer, será ainda melhor. Essa é uma das dicas mais importantes desse guia de principiante para praticar BDSM, pois algumas pessoas podem não se atentar a isso e perder um pouco a intensidade, desempenho e ainda machucar o parceiro.

A prática de BDSM tem se tornado algo cada vez mais comum entre as pessoas, e número de praticantes têm aumentado ao passar dos anos. Isso porque o assunto tem cada dia mais se distanciado dos tabus, ou seja, as pessoas se abrem mais facilmente.

Para alguns relacionamentos, essa prática pode ser a salvação, pois muitas pessoas sentem que o clima tem esfriado e as coisas já não estão como eram no início, ou seja, está na hora de abrir as possibilidades para explorar novos horizontes no ato sexual.

Esse foi o nosso guia de principiante para praticar BDSM elaborado especialmente para você que deseja apimentar a vida sexual de forma diferente e sair de uma vez por todas da monotonia sexual, basta seguir esses passos com atenção e dedicação.